Quais as principais dicas para começar como afiliado digital?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Os programas de afiliação tem se configurado como boa alternativa para quem desejar criar ou complementar sua fonte de renda através da internet. Sistema em notório crescimento, traz vantagens tanto para produtores, que ganham formas mais baratas de marketing, e internautas, que ganham sem muito investimento, contando com seu tráfego na web.

 

Como afiliado, o criador de conteúdo pode se cadastrar e escolher entre centenas de produtos e receber comissões ao promovê-los na rede: cursos, materiais didáticos, produtos de beleza, eletrônicos. A vantagem está em poder abraçar nichos com os quais já está familiarizado e fazer deles pontos de vendas online, mesmo sem hospedagem de blog ou site.

 

Para se tornar um participante desse novo mercado não é preciso muito: ser maior de 18 anos, ter um e-mail valido e uma conta em algum site de transferência de dinheiro. Sites ou blogs próprios não são estritamente necessários, mas os resultados demonstram que quem os possui acaba saindo na frente.

 

Porém, a promoção de produtos digitais não é um ramo tão fácil quanto parece. Confiança, conhecimento e muita pró-atividade são requeridas para que o dinheiro cai na conta. E quem não consegue manter a persistência acaba desistindo facilmente, pensando ter caído em uma propaganda enganosa.

 

Pensando nisso, reunimos aqui algumas dicas para que você saia com o pé direito.

 

Defina seus produtos com muita atenção
A escolha do produto certo pode ser a diferença entre o total sucesso ou fracasso. Algumas variáveis importantes devem ser pesadas nesse momento. A primeira e mais importante delas é procurar materiais que já estejam ligados ao seu público-alvo. Não adianta muito ser um blog sobre saúde e bem estar, por exemplo, decidir vender cursos para pequenas empresas. Produtos alinhados ao interesse de seu público ampliarão suas chances de venda.

 

O ideal é criar uma lista de três produtos que chamem sua atenção e fazer uma boa pesquisa: o que é dito na internet sobre ele? E sobre o fabricante? Avalie a opinião dos consumidores, a aceitação e o tempo de mercado, criticas e reclamações. Não se prive de comprar e testar a mercadoria, assim poderá falar com segurança e credibilidade, sabendo promover os produtos de forma sólida. Cheque também se a questão custo x benefício é boa para seus clientes. O produto até pode dar altas comissões, mas se não houver demanda, não haverá lucro.

Mantenha sua plataforma atualizada

Só há uma forma de trazer e fidelizar o público escolhido: conteúdo. Bom conteúdo. Seja através de artigos para o blog ou vídeos, é necessário criar material que gere tráfego e, por consequência, clientela. Mas como definir quais os temas relevantes? Nesta etapa, baseie-se na busca de palavras-chave (keywords), utilizando ferramentas de SEO como o Google Keyword Tool.

Procure de 50 a 100 termos que se relacionem com seu nicho, tenham alto nível de buscas, mas baixa concorrência. Anote-os, pois eles serão a base do material a ser produzido. Cada post deve ter de uma a três palavras dessa lista. Use-as nas tags, títulos, descrições e corpo do texto. Tenha em mente o lema: informar para vender.

Seja criativo e ofereça soluções dentro da temática. Aborde problemas, faça tutoriais, responda dúvidas. Não deixe de lado a estrutura, o design arrojado e responsivo trará à sua plataforma a atenção que ela precisa. Por fim, acrescente o material de divulgação, tanto on como offline: banners, cartões de visita, e-mail marketing com conteúdo personalizado, entre outros.

Crie relacionamentos

O bom e velho “mano a mano” nunca sai de moda. É comprovado que pessoas se sentem mais impelidas a comprar quando criam laços de confiança e credibilidade, e o mundo digital não foge a essa regra. Use suas redes sociais para compartilhar os links de sua plataforma e de seus produtos; produza conteúdo que torne os usuários seus seguidores e interaja intensamente com as pessoas.
Duas estratégias que podem aumentar sua rede de relacionamentos são: participar de fóruns e debates relacionados ao seu nicho de vendas e se ofereça para fazer Guest Posts em plataformas parceiras. Isso ajudará na Link Building, ou seja, na criação de links em páginas de terceiros que divulgarão seus produtos.

A partir daí é perseverar, monitorar os resultados e caso alguma ação não esteja rendendo o esperado, não ter medo de replanejar, como um verdadeiro empreendedor da era digital.

Gostou do artigo? não deixe de comentar sua opinião é muito importante para mim.

Deixe uma comentário